quem somos treinamentos projetos notícias fale conosco

PAIPAD 2008 Novas Turmas
2º Semestre

O PAI-PAD está disponibilizando novas vagas para a Capacitação de Profissionais da Atenção Básica...
Leia mais...
5ª Conferência da INEBRIA
A 5ª Conferência Anual ocorrerá no Brasil, em Ribeirão Preto
Leia mais...
cidadao.sp.gov.br - Portal do Cidadão do Estado de São Paulo
  Pesquise no Cidadão.SP por serviços oferecidos pelo Governo do Estado de São Paulo.

Gesta-Álcool


Esta linha de pesquisa iniciou-se em 1999 diante da crescente importância em investigar as condições psicopatológicas relacionadas aos fatores de risco durante a gestação no embrião e o processo de desenvolvimento infantil. Contempla vários sub-projetos, já concluídos ou em andamento.
Os projetos buscam investigar, em linhas gerais, a interferência do consumo de substâncias em morbidades psiquiátricas e a interferência das morbidades psiquiátricas no consumo materno, bem como os efeitos causados pela exposição do feto às substâncias, co-relacionando variáveis do bebê com o padrão de consumo da mãe.
Em Ribeirão Preto/SP, as gestantes participantes deste estudo foram recrutadas aleatoriamente na MATER (Maternidade do Complexo Aeroporto) da rede pública de saúde, compondo uma amostra de 450 gestantes que foram entrevistadas no terceiro trimestre da gestação. Caracterizando-se assim, por um estudo transversal e observacional.
Foram coletados dados sociodemográficos e de saúde, dados acerca do histórico de uso de substâncias (principalmente álcool e tabaco) e as morbidades psiquiátricas possivelmente associadas. Realizou-se, também, a avaliação de diagnóstico segundo CID-10 para dependência de álcool.
Os dados do bebê foram obtidos nos prontuários médicos da maternidade sobre o momento do parto, incluindo as intercorrências, as medidas antropométricas do neonato, índice de Apgar, dentre outros.
Nessa linha de pesquisa, devido à participação das 450 gestantes do estudo, desenvolveu-se a validação de instrumento para rastreamento do uso nocivo de álcool durante a gravidez, denominado T-ACE.
Atualmente esta linha de pesquisa vem se desenvolvendo também na UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora) em parceria com o Núcleo de Pesquisa em Psiquiatria e Psicopatologia e tem realizado um estudo prospectivo caracterizados por um follow-up até três meses após o nascimento dos bebês. Tal delineamento permite que sejam estudadas as influências de fatores que põe em risco a saúde materna e infantil.

Desenvolvimento de Trabalhos Científico

Uso de Álcool na Gestação e sua Relação com Sintomas Depressivos no Puerpério.
(Projeto de Mestrado de Poliana Patrício Aliane, em desenvolvimento pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP)

Referências Bibliográficas